Nacional

Foi flop no Benfica mas garante: “Jogava melhor que Di Maria”

Angel Di Maria nos tempos em que representava o Benfica

Chegou rotulado de fenómeno, grande promessa, ao Benfica em 2007, mas nunca conseguiu justificar as expetativas ao longo de quatro anos de ligação às águias.

Veja também: Comentador da CMTV arrasa: ‘É uma estupidez, a começar pela Georgina’ (VÍDEO)

Freddy Adu concedeu uma entrevista ao site SPORTbible, onde procurou explicar o que falhou na sua aventura na Luz. O norte-americano, agora com 33 anos, considera que a instabilidade no comando técnico o prejudicou no primeiro ano, assim como a decisão de sair do Benfica por empréstimo.

Tive três treinadores no meu primeiro ano. Foi um pouco demais. Pensei que seria melhor sair para jogar por uma equipa diferente, esperando que me desse mais estabilidade, mais revelou-se a decisão errada“, afirmou.

Foi o meu grande arrependimento. Não era maduro o suficiente para lidar com tas as distrações no período que passei no Monaco. Ao invés, o meu jogo sofreu muito. Esse foi, basicamente, o início dos restantes empréstimos a equipas diferentes”, acrescentou.

Veja também: A pergunta insólita de Ricardo Horta a Bruno Fernandes durante o Marrocos-Portugal (VÍDEO)

Para Adu, assume-se como o principal responsável pelo seu insucesso.

“Simplesmente, não estava a jogar bem o suficiente. Não culpo ninguém. Culpo-me a mim mesmo, porque fui eu que tomei aquela decisão. Fui eu, ninguém me forçou. Fui eu que decidi sair (…). O que é de loucos é que, no meu primeiro ano, jogava melhor do que Di María“, concluiu.

Adu deixou definitivamente o Benfica em 2011, após sucessivos empréstimos.

Veja também: Do futebol para a pesca: A nova vida de Fábio Coentrão após o fim da carreira (VÍDEO)

Deixe uma resposta