Internacional

Félix deixa espanhóis rendidos: “Versão de estrela do português”

João Félix na vitória do Atlético de Madrid sobre o Salzburgo na Liga dos Campeões

João Félix teve a sua primeira noite de glória na Liga dos Campeões ao serviço do Atlético de Madrid. O internacional português bisou na difícil vitória por 3-2 sobre o Salzburgo, numa exibição para mais tarde recordar.

AS – “Jogo em que se viu um João Félix a desfrutar desde o primeiro minuto, onde fez dois golos e teve até oportunidades para mais. Esteve até perto de fazer um dos golos da época. Aproveitou muito bem um passe de Herrera e só a barra evitou que marcasse. Receções, desequilíbrios e gestos técnicos em todo o lado, mas um azar aqui e ali em algum remate acabou por impedi-lo de levar a bola para casa. Ainda assim, fez um bis fundamental para o Atlético na Champions. O primeiro golo foi na sequência de uma boa triangulação com Correa e o segundo a receber na área um passe de Lemar. Caiu muito na esquerda, onde gosta de aparecer para depois fletir para o meio. Versão de estrela do português, que sempre se mostrou participativo e procurou ser o líder da equipa no ataque

Veja também: João Félix perto de um fantástico golaço de bicicleta (VÍDEO)

Marca – “O português começa a dar continuidade à sua magia. Esteve perto de marcar um golaço, criou perigo em cada vez que tocava na bola e finalizou uma jogada que ele mesmo iniciou. Continua a crescer com o seu futebol e até está menos individualista. Foi o melhor do Atlético

Há jogadores com aura e João Félix tem-na, não há dúvida. Quando está inspirado (como diante do Granada) os seus recursos são ilimitados. Ante o Salzburgo demorou a entrar no jogo, mas aos 13 minutos assinou a jogada do jogo com uma ‘meia-bicicleta’ que apenas a barra impediu que fosse um dos golos da Champions. Um momento ao alcance de poucos… Mas aquele míssil que foi travado pelo ferro acabou por ser apenas um detalhe de um jogador que comandou a equipa para recuperar o 1-2, que teria sido um grande problema para os colchoneros”

Veja também: Georgina revela detalhes da intimidade com Ronaldo: “É uma bomba”

El Desmarque – “Um dos melhores jogos que fez com a camisola rojiblanca. Já se via aos 10 minutos que tinha vontade de fazer coisas. Muito participativo no jogo, com capacidade de desequilíbrio e verticalidade e com dois golos que decidem o jogo”

Deixe uma resposta