bbb
Nacional

FC Porto: Justiça suspeita de 2,5M€ pagos a filho de Pinto da Costa

Pinto da Costa ao lado do filho Alexandre

Segundo adianta a revista Sábado, o Ministério Público suspeita que Alexandre Pinto da Costa recebeu 2,5 milhões de euros por parte do empresário Pedro Pinho, no âmbito da intermediação do negócio dos direitos de transmissão dos jogos do clube com a Altice.

Veja também: Plantel do Benfica desgastado com Jesus e houve ameaças de saída

De acordo com a mesma publicação estes contratos confidenciais de intermediação foram assinados meses depois de a SAD azul e branca ter anunciado à CMVM o acordo com a Altice, em dezembro de 2015.

Inicialmente Bruno Macedo receberia um total de 20 milhões de euros, pagos em duas tranches de 10 milhões de euros cada em 12 meses.

Refere a Sábado que este montante não iria apenas para a conta de Bruno Macedo, tendo sido repartido também pelos empresários Pedro Pinho (10 milhões de euros) e Hernâni Vaz Antunes (cinco milhões de euros).

Veja também: Ferdinand vai à loucura em direto com o golo de Ronaldo: “Alien” (VÍDEO)

Ainda assim Macedo terá recebido até hoje apenas 10 milhões de euros. Deste valor, cerca de cinco milhões de euros terão sido transferidos para a empresa Pesarp, de Pedro Pinho, e outros 2,5 milhões seguiram para a Jana General Trading, de Hernâni Vaz Antunes.

O Ministério Público está a tentar apurar os contornos do alegado pagamento de 2,5 milhões de euros de Pedro Pinho a Alexandre Pinto da Costa.

Recorde-se que ambos os empresários tiveram negócios em comum durante muitos anos, muitos deles relacionados com o FC Porto.

Veja também: Benfica perde batalha judicial com Rui Pinto no caso dos emails

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!