Nacional

Conceição revela o que disse ao no momento do abraço após o golo

Sérgio Conceição, treinador do FC Porto

Na flash interview que se seguiu ao FC Porto-Feirense, a contar para a Taça de Portugal, Sérgio Conceição foi inevitavelmente questionado sobre o momento em que abraçou Francisco Conceição, depois de o seu filho ter-se estreado a marcar em jogos oficiais pelos dragões.

Veja também: Francisco Conceição marca, abraça o pai e deixa a mãe a chorar (VÍDEO)

O técnico azul e branco revelou as palavras que lhe dirigiu ao ouvido nesse momento.


Vou confidenciar que a primeira coisa que me veio à cabeça quando ele me veio abraçar, contente por ter marcado o primeiro golo, a minha primeira frase foi ‘vai agradecer ao Mehdi’, porque é ele quem normalmente marca os penáltis. Mas achei que naquele momento era importante dar moral a um avançado. Não por ser o Francisco, mas sim por ser um avançado que está à procura do golo. O Francisco é exatamente igual aos outros. Em casa é completamente diferente, pode cair uma lágrima, aí já vejo de forma diferente, mas consigo separar o que são as coisas entre treinador e o pai dos outros quatro filhos que tenho“, afirmou.

Veja também: Sporting recorda proposta por João Mário e dá bicada ao médio do Benfica

Sobre a partida, Conceição enalteceu a seriedade com que a equipa abordou esta partida, embora não tenha ficado totalmente satisfeito.

Tem importância de passarmos aos oitavos de final, que é um objetivo do clube. Depois pela resposta com grande seriedade que a equipa deu. Nós falamos sempre disso, mas hoje vimos equipas de escalões inferiores a ganhar a equipas da Primeira. Não é fácil, porque nesse plano mais motivacional do jogo há sempre essa faceta de que normalmente os jogadores de escalões inferiores olham para o jogo de uma forma para se superar. Estávamos avisados, mas os meus jogadores foram muito competentes. Não estou totalmente satisfeito, porque não gosto de sofrer golos, mas faz parte do que é a busca da perfeição dos treinadores. No geral estou muito satisfeito com todos“, referiu,

Veja também: Equipa do Campeonato de Portugal afasta 2ª equipa da I Liga da Taça

Conceição também assumiu que o jogo da Taça da Liga serviu de aviso para esta partida.

“São jogos diferentes. Não podemos facilitar em nenhum momento. Nós sabemos que nas competições internas somos uma equipa com individualidades normalmente mais fortes que os adversários. Na organização somos muito organizados, mas há a vertente emocional, que é preciso deter característica para ganhar. Tem a ver com o respeito, a forma de estar, a determinação… Quando falta um pouco disso, as equipas equilibram e podemos sofrer como na Taça da Liga“, referiu.

Veja também: Bruno Fernandes enfrenta adeptos em defesa de Solskjaer (VÍDEO)

Por último o treinador do emblema da Invicta descansou os adeptos quanto a Otávio, que saiu na 2ª parte com queixas físicas.

No momento pensei que seria algo preocupante, mas acho que não será nada de grave. Vamos olhar para isso, para os jogadores mais debilitados, e começar a partir de amanhã a preparar o jogo com o Liverpool”, concluiu.

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!