Nacional

Conceição lembra Amorim e atira: “Temos de defender o título”

Rúben Amorim, treinador do Sporting, e Sérgio Conceição, treinador do FC Porto

Na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Marítimo, Sérgio Conceição foi confrontado com as palavras que proferiu no evento de homenagem a Pinto da Costa.

Veja também: Conceição: “Há equipas que se dão ao luxo de comprar jogadores que encaixem diretamente na equipa”

No seu discurso, o técnico azul e branco havia referido que o FC Porto era o alvo a abater.

Conceição procurou explicar esse termo, recordando as palavras de Rúben Amorim, treinador do Sporting.

Não temos nenhuma bandeira com esse slogan. Somos campeões nacionais e o ano passado houve uma afirmação do Rúben [Amorim] a dizer exatamente o mesmo. Temos de defender o título que temos e fiz essa análise com os jogadores. Temos ganho, no ano seguinte as coisas não correm tão bem… sabemos, e olhando para os campeonatos passados, que tiramos algumas coisas que não podemos repetir. Difícil é ganhar muitas vezes e estar sempre motivados, mas esse é o meu foco. Esquecer o que passou, olhar para esta época e podermos chegar ao fim, em maio, campeões nacionais”, afirmou.

Convidado a definir o favorito à conquista do título, Conceição foi claro.

Obviamente que há favoritos neste campeonato, são três equipas históricas e o SC Braga também. Não acho que tenhamos vantagem. Acho, e como disse há pouco tempo, que os títulos fazem parte do passado e é importante olharmos para esta maratona que vamos ter. Estes clubes que mencionei partem em pé de igualdade e tudo depende daquilo que fizermos nestas jornadas. Não é o peso da camisola que envergamos que vai decidir alguma coisa, é por aquilo que fizermos em campo“, referiu.

Veja também: Sofia Oliveira diz quanto vale Gonçalo Ramos e abre polémica (Vídeo)

Sobre o que gostaria que não se passasse no campo esta época, primeiro riu-se mas depois respondeu.

“Estaríamos aqui muito tempo [risos]… Há algumas coisas. Coisas que não gostava de ver nem de ouvir, mas isso cada um faz a análise que faz. Acho que temos um campeonato e uma liga interessante, sempre com equipas técnicas cada vez mais bem preparadas, com jogadores jovens nas primeiras equipas, e há muita coisa boa. É de louvar muitas coisas positivas. Já viram a quantidade de jogadores que saem do nosso campeonato e que vão para equipas dos melhores campeonatos do Mundo? Há muita coisa boa, muita matéria-prima com qualidade, e prefiro olhar para isso. Obviamente que há coisas menos boas no nosso futebol, mas isso é conhecido de todos“, concluiu.

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!