Nacional

Conceição confirma uma baixa e uma dúvida para o jogo em Liverpool

Sérgio Conceição em antevisão de um jogo do FC Porto

Na conferência de imprensa de antevisão ao jogo da Liga dos Campeões diante do Liverpool, Sérgio Conceição confirmou que Iván Marcano não será opção para a partida. Já Pepe continua em dúvida.

Marcano não vai viajar connosco sequer. Pepe viaja, mas será também até à última hora tentar recuperar um jogador que não é só importante dentro do campo, mas também naquilo que é o balneário, o peso que tem para os colegas. É um jogador extremamente importante. Ainda há alguma esperança em tê-lo recuperado”, afirmou.

Veja também: Tânia Laranjo ridicularizada em direto pelos Super Dragões (VÍDEO)


De resto o FC Porto terá pela frente um adversário poderosíssimo e erros como os que aconteceram no jogo com os ingleses no Dragão são de evitar.

Esse jogo já foi há algum tempo, na altura trabalhámos em cima de erros, mas não passou disso. Já falámos sobre ele, o importante é amanhã.

Não podemos controlar aquilo que o adversário vai fazer, nomeadamente as escolhas do treinador para o jogo de amanhã. Temos de olhar para o lote de grandes jogadores que vão dar resposta num grupo como o do Liverpool, que na minha opinião é uma das melhores equipas do Mundo. Olhamos para a dinâmica da equipa e para os princípios da mesma, independentemente dos jogadores que jogarem”, afirmou.

Veja também: Rui Pinto reage às buscas ao FC Porto e deixa um apelo

Na altura, Conceição queixou-se da falta de agressividade dos seus jogadores, algo que explicou a derrota pesada no Dragão diante do Liverpool.

“Esse jogo passou, já o analisámos. Para fazer falta é preciso chegar a tempo de a fazer. A falta de agressividade no jogo tem muitas vezes a ver com o movimento agressivo no momento de decidir e de concluir, não é só quando não se tem bola. Falo de agressividade no geral. Se olharmos para as melhores equipas do Mundo, são capazes de serem verticais, de permitirem muito pouco aos adversários pela pressão que fazem… Refiro-me ao Liverpool, ao Bayern Munique, à seleção alemã, não estamos a falar de água quente, é como eu vejo o futebol… Não fizemos faltas porque nem chegávamos próximo do adversário. Vamos pensar no jogo de amanhã como um encontro diferente, não é fácil jogar contra equipas inglesas, mas na época passada demos uma boa resposta contra o Chelsea. O jogo depende muito daquilo que fizemos. Não podemos controlar a estratégia do adversário, que joga semana semana num grande nível, mas temos as nossas armas, a nossa ambição, representamos um clube histórico, não vamos para fazer mais um jogo, mas o jogo que nos pode permitir passar“, concluiu.

Veja também: Momento em que Mourinho oferece prenda de 800€ a Afena-Gyan (Vídeo)

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!