NacionalVídeos

Comentador explica por que não quer ver jogadores do Benfica na Seleção Nacional (VÍDEO)

Jogadores do Benfica celebram vitória sobre o Chaves

Dias antes do anúncio dos eleitos da Seleção Nacional que Fernando Santos iria levar para o Mundial, António Melo teceu comentários que ainda hoje estão a dar que falar.

Veja também: Comentador do Benfica deixa farpas a Fernando Santos e a Pepe após chamada de António Silva

O ator, assumido adepto do Benfica, defendeu que os jogadores do Benfica não deveriam representar Portugal no Qatar. António Melo começou por justificar a sua posição, atirando-se a Fernando Gomes, presidente da Federação Portuguesa de Futebol, e ao seu passado no FC Porto.

“É uma seleção de uma Federação, que está inquinada. Uma Federação que tem muita gente que não tem um passado impoluto, nem correto na maneira de estar. É verdade que o presidente da Federação fez parte da estrutura de um clube que pagava a prostitutas, que metia no quarto dos árbitros. Isto é factual, não é uma invenção minha. Portanto, é alguém que esteve conivente com uma prática“, afirmou em declarações à A Bola TV.

Posteriormente lembrou a polémica dívida de Fernando Santos ao Fisco.

“Uma entidade de utilidade pública que se comporta desta forma. Aquilo que se fez foi uma artimanha, uma falácia. Constituir uma empresa, que paga IRS e IRC, sabendo que um deles vai ser devolvido. Mas quem é que teve a ideia? Isso é que era preciso saber“, referiu.

Veja também: Jornalista da SIC: “António Silva o melhor central português, talvez ao nível de Rúben Dias” (Vídeo)

Por isso, António Melo não se sente representado por esta Seleção.

Esta seleção a mim não me representa. E não me digam que eu não sou português, porque eu sou tão português como qualquer outro. O que eu não abdico é do meu direito de cidadania portuguesa, mais do que desportiva. Eu não posso compactuar com isto“, disse.

O ator condenou ainda o facto de a prova se realizar no Qatar, onde os direitos humanos são, no mínimo, questionáveis.

Começa por não ser prestigiante estar presente neste Mundial, que é o Mundial da vergonha, onde morreu gente, onde os direitos humanos não foram respeitados. Estão a despejar pessoas para albergar quem vai ao Mundial. Estamos a falar de humanidade. O futebol não é isto, o futebol é comunhão“, frisou.

Veja também: Luís Vilar: “Perseguição ao FC Porto? Só há uma equipa que nunca perdeu com Hélder Malheiro”

Não queres que eu fique contente por um jogador do Benfica ir. Não fico. Nem vou ser hipócrita e dizer que vou vestir a camisola da seleção, porque não vou“, concluiu.

Veja o momento no vídeo abaixo.

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!