Nacional

Bruno Lage apanhado nas escutas a arrasar o Benfica antes da sua saída

Bruno Lage na sua estreia na Premier League pelo Wolverhampton

A CMTV divulgou novas escutas em que foi intercetada uma conversa curiosa entre Bruno Lage e Jorge Mendes. A conversa remonta a nove dias antes da sua saída do Benfica, a 29 de junho de 2020, após a derrota frente ao Marítimo.

Veja também: Bruno de Carvalho na cama aos beijos com concorrente do Big Brother (VÍDEO)

O técnico queixava-se que queria apostar em jovens da formação mas que não o deixavam e que muitos dos jogadores que estavam no Benfica deveriam ter sido ‘corridos’, por forma a contar com quem verdadeiramente valia a pena. Lage referiu-se a estes jogadores como ‘monos’ que ganhavam milhares e não faziam nada.

Apesar dos receios de ser despedido, mas já estava conformado com o destino quase certo da saída.

Tanto querem meter miúdos, mas depois ficam com os graúdos que vão ficando“, lamentava Lage.

Entretanto Jorge Mendes confortava-o, dizendo que havia falado com Luís Filipe Vieira, que lhe havia dado garantias sobre o seu futuro.

Veja também: Escutas revelam as extravagantes exigências de Jesus antes de assinar com o Benfica

O empresário chega mesmo a dizer que foi graças à sua intervenção que existe o centro de treinos do Seixal e que sem ele o Benfica não teria conseguido vender jogadores.

Jorge Mendes diz ainda a Lage que no Benfica existiam jogadores que mais valia permitir a sua saída de forma gratuita e potenciar os jogadores de qualidade. Lage responde referindo que “limpou uns gajos” do tempo de Rui Vitória mas mesmo assim se sentiu condicionado de treinar.

Ainda na mesma conversa, Jorge Mendes dá a ideia a Bruno Lage de que ele se vai manter como técnico principal. “Se quiser”, garante o empresário, que diz depois que foi graças ao trabalho de Lage que Vieira não foi buscar Jorge Jesus.

Veja também: Ronaldo arrasado pelos ingleses: “Acha-se maior que o Man. United”

Para Mendes os problemas do Benfica continuariam se Vieira não admitisse o seu erro. O agente também refere que os encarnados fizeram maus negócios, apontando a contratação de Julian Weigl como um exemplo disso mesmo.

Quando um clube grande vende um jogador ao Benfica é porque não quer“, assegura.

Recorde-se que Weigl custou 20 milhões de euros aos cofres das águias.

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!