Internacional

Bruno Fernandes: “Tenho de pedalar muito para me comparar a Ronaldo”

Bruno Fernandes é também destacado não só pela qualidade em campo, mas também pelo caráter e liderança natural que exibe.

Veja também: Um dos maiores escândalo no futebol? Marco Veratti que joga no PSG é uma mulher…

Na entrevista que concedeu ao diário desportivo A Bola, o internacional português foi confrontado com a hipótese de vir a ssubstituir Cristiano Ronaldo como a referência da Seleção Nacional.

... -

Eu nunca ouvi isso e espero que o Cristiano ainda dure bastantes anos na Seleção, porque o que sentimos, e ainda há pouco tempo num jantar com o Bernardo e o Cancelo falámos disso lá em Inglaterra, dissemos que o jogo pode não estar bem mas numa bola ele pode fazer golo e nós sabemos disso, temos essa noção“, afirmou.

Veja também: Ronaldo e a família nas praias da Comporta em FOTO adorável

À chegada ao Manchester United, Bruno Fernandes foi imediatamente comparado a CR7, algo que vê como natural.

É inevitável: pelo facto de ser português; pelo facto de vir do mesmo clube. Mas de maneira diferente, porque o Cristiano veio ainda muito jovem e eu já com 25, quase a fazer 26. Por isso já chego um pouco mais maduro. Mas tenho de pedalar muito para poder ser comparado com o Cristiano. Houve vezes em que o Cristiano não esteve e a Seleção teve de jogar como um todo, porque não tínhamos a nossa referência, tínhamos outras, mas o que fizemos de bem quando ele não veio (e que fazemos mesmo quando ele cá está mas sabendo que está ali uma referencia que facilmente nos ajuda a fazer golos) foi que o conjunto sobressaiu muito: não tendo o aquele jogador, soubemos gerir a falta do Cristiano“, referiu.

Aspirações portuguesas para a Liga das Nações e Europeu

O médio português mostra-se também confiante na revalidação dos títulos conquistados pela Seleção, tomando como referência a crença de Fernando Santos.

Admiro muito a crença do mister Fernando Santos: temos de acreditar que podemos sempre fazer mais e melhor e acho que é isso que está na cabeça de todos os que vão à Seleção. O mais importante é fazermos o máximo possível e dar uma imagem muito boa daquilo que é o nosso País. Quando Portugal se une dá uma imagem bastante positiva”, considerou.

Bruno Fernandes considera também que desta vez as equipas vão olhar para as Liga das Nações com outros olhos.

É uma competição interessante. Na primeira ninguém dizia estar muito interessado em ganhar mas o certo é que todos estiveram lá a lutar até ao fim… Tivemos seleções como a Inglaterra, como a Holanda e a Suíça nos últimos quatro jogos. Mas Portugal mais uma vez mostrou que tem qualidade e que pode bater-se com qualquer seleção. Este ano temos um grupo complicado”, concluiu.

Deixe um comentário