Nacional

Benfica: Farpa a Vieira? Mensagem de Bernardo Silva antes das eleições

Bernardo Silva, ex-Benfica que alinha no Manchester City

Bernardo Silva recorreu às redes sociais para se pronunciar sobre as eleições no Benfica, que decorrem no próximo dia 28.

No entanto Bernardo Silva manifesta a sua revolta com o facto de não se ter aproveitado para o clube alcançar o histórico penta, de o Benfica demonstrar incapacidade competitiva na Europa, de se ter permitido a saída de jovens da formação demasiado cedo e dos contantes processos judiciais a que o clube se encontra associado.

Por isso apela Bernardo Silva apela à mudança.

Veja também: Dirigente do FC Porto infetado com Covid-19 – ÚLTIMA HORA

Veja abaixo a mensagem na íntegra:

“Não sei se estarei na posição mais adequada para falar sobre as eleições do Benfica. Ainda assim gosto e vivo demasiado o meu clube para deixar de dar a conhecer aquilo que penso. Os benfiquistas merecem sabê-lo. O Benfica merece senti-lo.

O Benfica é dos sócios. O Benfica é dos adeptos e simpatizantes. O Benfica é de todos nós. Nunca será de um jogador, dirigente ou presidente, por muito que ganhe pelo clube ou por muito que ganhe através do clube… Independentemente dos resultados, sejam bons ou maus, no final do dia somos nós, sócios e adeptos, que cá estaremos para apoiar e puxar o Benfica de volta para cima. Ser do Benfica traz uma responsabilidade acrescida. Essa mesmo que agora nos chama à razão. Devemos sempre apoiar o Benfica, mas nunca e em circunstância alguma fazê-lo sem a exigência e responsabilidade que ser do Benfica acarreta. Temos o dever de fazer parte do desenvolvimento do clube. em duas vertentes distintas mas que se confundem muitas vezes: apoiar a equipa a alcançar os melhores resultados desportivos possíveis; ser crítico e exigente com quem governa o clube. É esta exigência e este espírito crítico que elevaram o Benfica a patamares únicos, que fazem do Benfica um clube ímpar no mundo. Sócios exigentes e críticos são parte fulcral no sucesso de um clube.

Agora volto atrás…
A recuperação financeira e desportiva dos últimos anos é de enaltecer. Na minha infância, sim eu lembro-me dos fatídicos anos 90 e do Vale e Azevedo, vi um Benfica destruído… Agradeço ao Manuel Vilarinho por ter salvo o clube e a Luís Filipe Vieira por ter reconstruído o Benfica. E fê-lo de maneira notável.

Construiu um dos melhores centros de estádios do mundo, possibilitando igualmente a existência de uma das melhores formações do mundo, trazendo-nos proveito desportivo e financeiro anos após ano. Estamos muito gratos por isso. Assim como por todas as inovações que tornaram o Benfica um exemplo a seguir por esse mundo fora. é um trabalho que se deve enaltecer e de certeza que todos os benfiquistas o reconhecem.

No caminho para o sucesso, seja em que área for, o estarmos confortáveis ou o deixarmo-nos estar, podem ser adversários insuperáveis… e quando olho para o Benfica e ainda vejo tanto por fazer, tanta coisa para melhorar… O contentamento, relaxamento, falta de ambição e exigência vistos no últimos anos não me parece razoável para um clube como o Benfica. E os benfiquistas não o merecem.

  • Os benfiquistas não mereciam ter perdido a oportunidade de ser pentacampeões por um claro relaxamento e falta de investimento num ano tão importante, tanto para os adeptos como para a própria história do Benfica.
  • Não merecem um Benfica sem capacidade para competir na Europa.
  • Não merecem que os melhores produtos da formação saiam do Benfica, sem que antes tenham dado algum proveito desportivo.
  • Não merecem ter o clube associado a centenas de processos judiciais e de corrupção, manchando de forma quase irreversível o nome do Benfica

Deixe uma resposta