Nacional

Augusto Baganha assume: “Pressões? Só senti do Benfica”

Adeptos do Benfica erguem bandeira do clube

Augusto Baganha, ex-presidente do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), concedeu uma entrevista a O Jogo, onde reconheceu que sofreu pressões por parte do governo para que o Benfica não fosse castigado em variadas situações.

O antigo presidente do IPDJ garante que apenas sofria pressões quando os casos envolviam o Benfica.

Pressões só para o Benfica, nunca para outros clubes. Não tenho conhecimento de outras“, atirou.

Veja também: Ronaldo reage à derrota de Portugal contra a França

Augusto Baganha recorda o caso de interdição do Estádio da Luz em 2017, que durou apenas uns dias. Isto porque o Benfica terá a interdição ao corrigir o seu regulamento de segurança.

O Benfica tem o seu regulamento acordado, mas na altura, de certo modo, exerceu um contencioso com o regulamento, que não estava de acordo com a lei. Dissemos que não e chegámos a interditar o campo. Tanto era ilegal que o Benfica foi obrigado a corrigir“, referiu.

Recorde-se que foi devido a este caso que Brandão Rodrigues, viu-se envolvido numa polémica, depois de palavras alegadamente proferidas para pressionar em favor dos encarnados.

Veja também: “O Benfica está acima da lei”, diz ministro de António Costa

Deixe uma resposta