Nacional

Ana Gomes arrasa Vieira: “Este caso tem um polvo gigante por trás”

Ana Gomes, antiga eurodeputada, e Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica

No seu espaço de comentário na SIC Notícias, Ana Gomes reagiu à detenção de Luís Filipe Vieira. A antiga eurodeputada não se mostra surpreendida.

Veja também: Rui Pinto lança novas suspeitas no caso da detenção de Vieira

Acho que já tardava [a detenção]. Para mim isto não foi sobre futebol, ainda que também tenha a ver com a sanidade do futebol. Todos sabemos como o futebol, tanto ao nível nacional como internacional, tem sido permeável à manipulação dos próprios resultados e à instrumentalização para outros efeitos. (…) Não é por acaso que a direção deste clube, este indivíduo e outros da teia a que ele está ligado, sempre se preocuparam em rodear-se de advogados, financeiros, políticos e até juízes. Havia listas de magistrados que recebiam bilhetes para jogos para o Benfica. E não eram pelos seus lindos olhos“, começou por dizer.

Veja também: Jesus disse apenas duas palavras sobre a detenção de Vieira

Este caso tem por trás um polvo gigantesco, mas que não envolve apenas este clube em particular. Este presidente foi à comissão de inquérito do parlamento dizer que estava ali por ser presidente do Benfica e os deputados disseram-lhe, e bem, ‘não o senhor está aqui por ser um grande devedor à banca’. Este polvo tinha a cabeça no BES, em Ricardo Salgado e nos seus acólitos. Isto importa pelas suas implicações do futebol mas também ao nível das instituições do Estado, porque era uma teia de captura de instituições do Estado. Neste caso concreto o presidente do Benfica tinha um historial, tentou sempre negá-lo. Aliás, chegou a ameaçar-me com um processo, nunca chegou a pô-lo, claro, porque eu estava a dizer a verdade“, afirmou.

Veja também: Peixeirada em direto entre Octávio Lopes e Pedro Guerra (VÍDEO)

Ana Gomes também se referiu à polémica comissão de honra de Vieira, apontando baterias ao primeiro-ministro António Costa.

Em 1993 ele foi condenado pelo roubo de um camião, em coautoria com outras pessoas, uma coisa que tinha acontecido em 1984. A justiça tinha de saber isto. Já pelo BPN foi arguido por causa de 23 milhões de dívida, depois há todos aqueles casos, ‘Porta 18’, os Emails, os Vouchers, o E-Toupeira, a Operação Lex… Tudo relacionado em última análise como BES. No parlamento ele confessou que era testa de ferro de Ricardo Salgado. E nem falo dos adeptos do clube porque o clube acabou por ser uma vítima. Como é que tanta gente tolerou isto? Designadamente na política, tivemos aquela cena tristíssima de termos o primeiro ministro, António Costa, a prestar-se a ser membro da comissão de honra deste presidente deste clube e depois até ser removido face à polémica que se gerou na opinião publica pelo próprio…“, referiu.

Veja também: Bruno de Carvalho deixa farpa após detenção de Vieira

A comentadora elogiou ainda o papel de Rui Pinto, o pirata informático que esteve por trás do Football Leaks.

São os grandes clubes e os grandes partidos que são objeto de infiltração destas redes mafiosas. Metem pequenos clubes ao barulho, para serem ecrãs de esquemas de lavagem de dinheiro, burlas, etc. Neste caso parece-me que as implicações estão para além dos personagens ligados ao clube e espero que a justiça faça o seu trabalho. Estou farta de ver prisões espectaculares, mas também libertações espectaculares, como aconteceu esta semana com Joe Berardo, em que nem sequer a prisão preventiva foi pedida. Espero, e nunca quis outra coisa, que a justiça seja feita. Não tenho dúvida nenhuma que foram muito importantes aqui as revelações do Football Leaks, feitas pelo Rui Pinto. E acho que a procissão ainda vai no adro…“, concluiu.

Veja também: Conheça o luxuoso iate onde Ronaldo passa as férias: 5,6M€ (VÍDEO)

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!