NacionalVídeos

Amorim aborda falta de golos de Paulinho e a ausência de Pote

Rúben Amorim, treinador do Sporting em conferência de imprensa de antevisão

Na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Arouca, Rúben Amorim foi mais uma vez confrontado com o facto de Paulinho não fazer golos.

Veja também: Hoje brilha no Sporting e a mãe revela: “O Benfica não o quis”

O técnico destaca as outras coisas que o avançado oferece à equipa, mas reconhece que tem de marcar mais golos.

“Não estou sempre a elogiá-lo. Estou a responder às vossas perguntas. Paulinho faz aquilo que lhe peço, só não faz o que lhe daria mais valor junto dos adeptos e da imprensa: os golos. É muito importante, tem falhado na finalização. Tem de melhorar. Há períodos em que os avançados marcam menos golos. Poderão dizer que é um período longo. Já vi outros que não marcam durante um ano e depois explodem. Vocês (jornalistas) é que falam nisso. Eu dou a minha opinião”, afirmou.

Veja também: O momento em que Otamendi gozou com Ansu Fati: “É o Messi?” (VÍDEO)

Amorim falou também sobre o estado de Pedro Gonçalves e Gonçalo Inácio, ambos a recuperarem de lesão.

O Pote está a melhorar. Acho que já pôs uma coisa no Instagram (risos). Penso que pode voltar em breve. O Inácio nunca teve lesões. Teve uma entorse, está a demorar mais tempo porque tem muitas dores, algumas queixas, ainda não sabe que os profissionais jogam com dores e estamos a fazer esse trabalho com ele“, referiu.

Feddal também tem tido alguns problemas físicos, apesar de ter jogado em Dortmund, na Liga dos Campeões. No entanto é preciso outro tipo de gestão para o central marroquino.

O Feddal não tem sido gerido fisicamente. No ano passado vivíamos mais de transições, defendíamos num bloco mais baixo. Agora passamos o jogo mais subidos e vamos jogando com as caraterísticas dos nossos jogadores. Há evolução desta equipa e temos de melhorar. Quando o jogo pede coisas diferentes, têm estado bem fisicamente. Toda a gente quer jogar, eles já sabem quem vai jogar alguns já estão meio chateados porque não vão jogar. Olhámos para o Arouca, como fazem as transições e como chegam na frente. Temos um plantel competitivo e escolhemos os jogadores com as caraterísticas perfeitas para este jogo“, justificou.

Veja também: Crise de combustíveis no Reino Unido causa problemas a Ronaldo (Foto)

Por último Amorim abordou a chamada de Matheus Nunes à Seleção Nacional. O técnico garante que em nada o Sporting influenciou a decisão do jovem de 23 anos.

“Nenhuma. Foi decisão pessoal do Matheus. Para nós seria indiferente. Falei com ele porque pede-me conselhos, dei-lhe a minha opinião, não a vou dizer aqui, mas não dei opinião no sentido de escolha. Disse-lhe para pensar o que seria melhor para ele. Sporting não teve nada a ver com a decisão. Talvez a mãe, o padrinho e o Matheus. Fizeram a decisão deles. Estou contente, sou português e a Seleção fica mais forte“, concluiu.

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!