Nacional

Acusou Guardiola de racismo, pediu perdão mas ficou sem resposta

Pep Guardiola a dar instruções a Yaya Touré nos tempos de Manchester City

Yaya Touré causou grande polémica depois da sua saída do Manchester City, ao acusar Pep Guardiola de racismo, referindo que o espanhol “sempre teve problemas com africanos“, em 2018.

Veja também: Jovem do Sporting arrisca ser dispensado após escândalo no Instagram

Volvidos três anos o costa-marfinense confessa-se arrependido de tais afirmações, revelando que já tentou pedir desculpas ao treinador, mas sem sucesso.

Aquela entrevista foi um erro grande, enorme. Quando dás a tua confiança, a tua voz a alguém, podem distorcê-la. Soube que algumas pessoas não ficaram satisfeitas. Enviei uma carta para tentar comunicar com algumas pessoas importantes de lá, para pedir desculpa e dizer que fui indecente com o clube, mas não recebi feedback“, afirmou em entrevista à revista francesa France Football.

Veja também: Polémica com Eustáquio – Jesus reage a críticas de Pepe: “Grande moral” (VÍDEO)

“Quero paz. Não quero que isto dure para sempre. Por amor aos adeptos, por amor ao clube, por vezes, algumas coisas têm que ser resolvidas da maneira correta. Estive em contacto com algumas pessoas de lá, mas é impossível chegar às pessoas do topo“, concluiu.

Veja também: Bruno de Carvalho: “Finalmente percebi a expulsão de sócio do Sporting”

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!



WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com