InternacionalVídeos

Abel Ferreira entra a ganhar na Libertadores com golo aos 90+9′ (VÍDEO)

Abel Ferreira, treinador do Palmeiras

O Palmeiras, de Abel Ferreira, iniciou na quarta-feira a defesa da Taça Libertadores em futebol com um triunfo no reduto dos peruanos do Universitario por 3-2, concretizado com um golo na última jogada.

Veja também: Superliga Europeia: Florentino Pérez arrasa UEFA e deixa um aviso

Menos de três meses depois de ter fechado a edição 2020 com um triunfo aos 90+9 minutos, sobre os compatriotas do Santos (1-0), o ‘verdão’ voltou a ganhar nos descontos, agora com um tento do ‘miúdo’ Renán, aos 90+5, de cabeça.

Numa jogada entre dois suplentes, Gustavo Scarpa bateu um canto na esquerda e o jovem defesa, de 18 anos, surgiu de rompante e conseguiu um forte remate de cabeça, não dando hipóteses ao guarda-redes José Carvallo.

O conjunto de Abel Ferreira ‘emendou’, assim, os erros crassos que cometeu entre os 64 e os 68 minutos, e que quase lhe custaram um triunfo que parecia certo, após os tentos de Danilo, aos 20 minutos, e Raphael Veiga, servido por Rony, aos 52.

Veja também: Jogadores do Benfica criticam Jesus devido a ‘tareia’ antes do Gil Vicente

Aos 64 minutos, Alan Empereur foi expulso por acumulação de amarelos, originando um livre que Novik apontou para o cabeceamento certeiro de Enzo Gutiérrez, que ‘bisou’ aos 68, de penálti, após uma mão desnecessária de Danilo na área.

O Palmeiras acabou por conseguir chegar ao triunfo com menos uma unidade, mas numa altura em que isso não se notava, já que os peruanos pareciam ‘rebentados’ fisicamente e mostravam-se mais interessados em segurar a igualdade.

Veja abaixo o vídeo do resumo da partida.

Veja também: Jesus reage a alegada queixa de jogadores sobre ‘tareia’ no treino (Vídeo)

No outro encontro da primeira jornada do Grupo A, o Independiente del Valle, do também treinador português Renato Paiva, não conseguiu mais do que um empate caseiro a um golo face aos argentinos do Defensa y Justicia.

A formação forasteira adiantou-se logo aos sete minutos, num contra-ataque conduzido e finalizado por Carlos Rotundi, mas os equatorianos ainda responderam na primeira meia hora, aos 28, num cabeceamento de Christian Ortiz, assistido por José Hurtado.

Durante todo o jogo, o conjunto da casa foi dominante, esteve quase sempre com a posse da bola e criou diversas oportunidades claras para o 2-1, nomeadamente num remate ao poste direito de Faravelli, aos 79 minutos, mas não o conseguiu.

Veja também: Sevilha quer Darwin e mantém avançado do FC Porto como alternativa

Por seu lado, o Defensa y Justicia, que superou recentemente o Palmeiras na Supertaça sul-americana (4-3 nos penáltis, após um triunfo por 2-1 no Brasil, que anulou o 1-2 caseiro), apostou sempre no contra-ataque e nunca deixou de criar perigo.

Na segunda jornada, dentro de uma semana, o Palmeiras recebe o Independiente del Valle, num confronto entre os dois treinadores lusos presentes na Libertadores de 2021.

Quanto aos outros embates de quarta-feira, destaque para o triunfo por 1-0 do Boca Juniors no reduto do The Strongest, selado com um tento de Sebastián Villa, aos sete minutos, no Grupo C.

Veja também: Inesperado: Rui Vitória pode estar a caminho de colosso inglês

Na terça-feira, os bolivianos do Always Ready surpreenderam os brasileiros do Internacional (2-0), no Grupo B, e os também ‘canarinhos’ do Santos, vice-campeões em título, caíram por 2-0 na receção ao Barcelona do Equador, também no Grupo C.

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!