Nacional

A reação de Jorge Jesus à vitória do Benfica sobre o Barcelona

Jorge Jesus em conferência de imprensa de antevisão ao Spartak de Moscovo-Benfica

Após a vitória do Benfica sobre o Barcelona, Jorge Jesus explicou com os encarnados conseguiram travar os blaugrana.

“Jogaram duas grandes equipas, o Benfica tem estado num momento muito bom, confiante. Íamos defrontar um grande adversário e tínhamos de estar ao nosso nível. Taticamente também tínhamos de ser fortes. A equipa foi gerindo os momentos do jogo, algumas vezes com mais posse do Barcelona, que tem uma ideia de jogo com muita qualidade de ataque posicional. Importante era que o penúltimo passe do Barcelona não nos agredisse. Tínhamos trabalhado isso durante a semana. Fomos muito fortes a sair. Na primeira parte poderíamos estar logo com mais um jogador porque o Piqué tinha de ser expulso. Destacar primeiro a vitória do Benfica e depois o apoio dos adeptos, sendo que a equipa fez por ter esse apoio. Grande jogo ao nível coletivo”, afirmou.

Veja também: Ronaldo salva Man. United como golo dramático aos 90+5′ (VÍDEO)

Jesus destacou a forma como os seus comandados defenderam.

“Nosso objetivo para ganhar esse jogo era marcar golos. Para ganhar ao Barcelona, eu acreditava assim, tínhamos que marcar mais de um golo. Pelas minhas contas, o Benfica ia sofrer um golo. A equipa esteve melhor ainda do que pensei defensivamente. Perceba, o Barcelona não teve nenhum remate à baliza, isso é um sinal qualidade defensiva do Benfica” referiu.

Veja também: Jogador da Juventus: “Com Ronaldo no balneário começámos a ficar curtos na humildade”

Na hora de escolher o melhor em campo, o técnico das águias destacou a equipa.

“Ainda não pensei. Se contabilizaram pelos golos, vão dizer que foi o Darwin. Mas, para mim, destacava mais a equipa, que foi muito forte. Tivemos muitos jogadores no melhor nível e é verdade que os três da frente sempre que tinham a bola mexeram com o jogo, mas também não sofremos golo. E temos que valorizar também a equipa defensivamente e não só o jogador que fez dois golos”, disse.

Questionado sobre se este foi a melhor vitória da sua carreira, Jesus foi realista.

As minhas melhores vitórias são as que dão títulos. Ganhei um jogo, não ganhei nada“, concluiu.

Veja também: Fiasco da Juventus: “Culpar Ronaldo é fácil, foi traído pelos colegas”

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!