Internacional

A reação de João Félix após ser novamente substituído no Atl. Madrid

João Félix na vitória do Atlético de Madrid sobre o Salzburgo na Liga dos Campeões

João Félix rubricou uma boa exibição na vitória do Atlético de Madrid sobre o Valência de Gonçalo Guedes e Thierry Correia. O internacional português fez um golo e ainda deu a marcar outro a Luis Suárez.

No entanto Félix foi mais uma vez substituído .pouco depois dos 60 minutos.

Veja também: Bernardo Silva arrasa Benfica: “Depois do ingrato chegou o impaciente” (VÍDEO)

Depois da polémica reação à sua substituição no derbi de Madrid em dezembro, o jovem luso garante que vive bem com as decisões de Diego Simeone.

“Posso fazer muito mais. Quanto a isso de ir para o banco, já aconteceu no Benfica e lidei perfeitamente com isso. Sei do que sou capaz. Quando me colocam a jogar, eu limito-me a desfrutar. Quanto à substituição de hoje, tranquilo… O Cholo faz o melhor para a equipa“, afirmou.

Sobre a partida Félix destacou a persistência da equipa, depois de se verem a perder muito cedo.

Começámos a perder, mas somos uma equipa que luta até final. Felizmente conseguimos vencer e estamos felizes por isso“, referiu.

Veja também: Jesus confirma Svilar frente ao Nacional mas engana-se no nome (VÍDEO)

Por último o internacional português refutou a ideia de que o Atlético de Madrid não é forte nos lances de bola parada.

Trabalhamos sempre os lances de bola parada, pois temos jogadores fortes de cabeça. A bola não entra assim, mas se entra de outras maneiras… está bem também!”, concluiu.

A reação de Simeone

Diego Simeone foi novamente questionado sobre se esta substituição poderia afetar a confiança de Félix. O técnico argentino foi claro.

É uma pergunta para ele, não para mim… Não está escrito em lado nenhum que os jogadores têm de jogar 90 minutos. Caso contrário não teríamos planteis de 21 ou tinham aumentado o número de substituições para cinco, para que as equipas melhorem e o nível aumente. Estamos todos nisso. O que podemos dizer do João? Fez um golo, uma assistência, um bom trabalho. Saiu, entrou o Correa e fez um golo. Ficou perto de outro. O que me deixa contente é que a concorrência entre eles é saudável e quem sai a ganhar é sempre a equipa“, referiu.

Veja também: Bruno Fernandes: “Às vezes o Solskjaer tem que me expulsar do treino”

Enrique Cerezo, presidente do Atlético de Madrid, desvalorizou qualquer tipo de polémica.

“Ninguém duvida que é um grande jogador. Se o treinador decide tirá-lo é por algo, mas não tem que ficar chateado ou irritado, como todos. Nem os jogadores, nem o treinador ou adeptos querem perder e quando perdes é normal ficares chateado. Mas importa é estar feliz, muito feliz”, afirmou.

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!