Nacional

A reação de Conceição ao penalti anulado no FC Porto-Lyon

Sérgio Conceição, treinador do FC Porto

Na flash interview que se seguiu ao FC PortoLyon (0-1), Sérgio Conceição revelou o estado de Pepe, após o choque com Lucas Paquetá, no início da partida e que o obrigou ser substituído após o intervalo.

Veja também: Comentador do FC Porto: “Como é que o Sporting ainda não fechou?” (VÍDEO)

Pepe foi para o hospital, como grandíssimo campeão e lutador que é, ficou até ao intervalo. Era uma ferida muito feia“, afirmou.

Sobre a partida, o treinador dos dragões destaca o equilíbrio na partida.

Foi um jogo equilibrado, onde criámos quatro ou cinco oportunidades de golo, o Lyon criou três ou quatro e num lance em que inicialmente parecia inofensivo acabou por fazer o golo. Penálti? Não é por aí. Inicialmente abordámos o jogo de uma forma diferente, com a recuperação de bola um pouco mais baixo do que é normal, e aí notou-se os dois dias a mais que o adversário teve para descansar do que nós. Não é uma desculpa, de maneira nenhuma. Estamos a meio da eliminatória”, referiu.

Veja também: Espanhóis revelam o clube que quer acabar com casamento entre Ronaldo e United

Questionado sobre se iria fazer poupanças para o jogo com o Tondela, para gerir a equipa a pensar no jogo da 2ª mão em França, Conceição não abriu o jogo, mas fez questão de garantir que o FC Porto irá lutar pela eliminatória.

Vou analisar amanhã com os jogadores, analisar e definir a melhor estratégia e onze para tentar ganhar o jogo com o Tondela. O jogo com o Lyon falaremos outra vez nele, penso que será diferente em França. É um adversário com qualidade. Não vou em cantigas. Olhar para a posição na tabela não tem nada a ver com a qualidade desta equipa. Os jogadores tentaram ao máximo. Nada a dizer. O resultado justo seria o empate. Estamos aqui para ir à procura dos golos para virar a eliminatória“, disse.

Veja também: “Vitinha na Seleção? Não esqueçam a pressão que foi pelo Otávio”

Por último Conceição abordou o lance do penalti anulado pelo árbitro.

Do banco parece-me que a bola vai ao braço. Depois, é uma questão do critério do árbitro, de acordo com o regulamento, aí o VAR já não tem que intervir. Mas é o que é“, concluiu.

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!