Segunda-feira, Novembro 30, 2020
Nacional

A justificação do árbitro para expulsar Conceição que revoltou o FC Porto

Sérgio Conceição recebe ordem de expulsão após o P. Ferreira-FC Porto

A expulsão de Sérgio Conceição após o apito final do P. FerreiraFC Porto (3-2) continua a dar que falar.

Veja também: Georgina revela detalhes da intimidade com Ronaldo: “É uma bomba”

Num primeiro momento, o árbitro Nuno Almeida acaba por exibir o cartão amarelo a Conceição. O árbitro alega que após este momento, o treinador dos dragões atira-se a ele, dizendo: “és uma vergonha, és um mentiroso“. Contudo, o Record garante que as imagens não corroboram esta versão de Nuno Almeida.

Posteriormente Nuno Almeida exibiu o cartão vermelho.

Após esse desentendimento o árbitro pediu a Luís Gonçalves para que Conceição se dirigisse ao seu balneário. Nesse momento Nuno Almeida justificou a expulsão, referindo que a mesma se deveu pelo “olhar fulminante” de Conceição.

Veja também: Darwin no Barcelona em janeiro? Empresário deixa aviso

Ora esta justificação provocou a revolta no FC Porto que vai recorrer do castigo de 15 dias de suspensão e multa de 10 200 euros imposto ao seu treinador pelo Conselho de Disciplina. O FC Porto pretende arrolar todas as testemunhas como meio de prova para ilibar Conceição.

Recorde-se que o técnico vai falhar a receção dos dragões ao Portimonense, no próximo domingo.

Deixe uma resposta