fbpx
- Publicidade -
Adeptos
Nacional

FC Porto critica SIC por acabar com programas e ataca Rui Santos

O FC Porto recorreu à sua newsletter Dragões Diário, pronunciou-se sobre a decisão da SIC em terminar com os programas desportivos que fomentam a toxicidade no futebol português.

Veja também: “Prefiro a arrogância de Ronaldo do que a falsidade de Messi”

Os azuis e brancos foram muito críticos relativos à decisão, garantindo que o clube nunca contribuiu neste aspeto, uma vez que não enviou cartilhas para os comentadores.

“A direção de informação da SIC anunciou ontem o fim dos programas que integravam painéis de comentadores identificados como adeptos do FC Porto, do Benfica e do Sporting, alegadamente devido ao “ambiente de toxicidade” que se gerou em torno destes debates, supostamente agravado durante pandemia “e para o qual contribuem muito os próprios clubes e as suas máquinas de comunicação”. Em condições normais, o FC Porto não teria nada a dizer sobre uma decisão editorial deste género – cuja legitimidade não é colocada em causa –, mas tendo em conta a justificação avançada por Ricardo Costa, diretor de informação da SIC, cumpre esclarecer algumas coisas: o FC Porto nunca indicou qualquer comentador à SIC, nunca discutiu a seleção de comentadores com alguém da SIC, nunca instrumentalizou comentadores da SIC e nunca veiculou qualquer linha discursiva ou estratégia de comunicação através de comentadores da SIC – e o que se aplica à SIC aplica-se a todos os outros canais. A direção de informação da SIC pode e deve tomar as decisões que entender, mas é inaceitável que queira sacudir as responsabilidades sobre os conteúdos que passa em antena para quem as não tem”, pode ler-se.

Veja também: A curiosa mensagem e FOTO de Georgina após mais um título de Ronaldo

O FC Porto dirige-se também a Rui Santos, acusando o comentador de racismo e de a SIC ter deixado passar em claro.

“Além disso, o FC Porto não pode deixar de notar que se mantém inamovível a posição de um comentador desportivo da SIC, Rui Santos, que se tem notabilizado pela difusão de argumentos notoriamente racistas, conforme já foi salientado pela SOS Racismo. Isso sim, mereceria um cabal esclarecimento público, de preferência sem desculpas esfarrapadas. A não ser que para a direção de informação da SIC os discursos racistas devam ser tolerados ao ponto de não serem considerados produtores de um “ambiente de toxicidade”“.

Veja também: ÚLTIMA HORA: Bruno Lage a caminho da Premier League

Deixe uma resposta